Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Sweet November




Novembro chega ao fim.
E com ele, as incertezas de um mês
que me grita revolta, angústia.
Perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas quase insubstituíveis
E esquecer pessoas inesquecíveis.
Me apaixonei por um sorriso,
E com os olhos, fotografei.
Fiz tanta coisa por impulso,
me decepcionei com pessoas
quando nunca pensei que pudesse me decepcionar.
Mas sem querer, decepcionei alguém.
Dei risada quando não podia,
chorei quando não queria,
Fiz amigos também. Amigos queridos, amigos eternos...
Não amei e fui amada
Amei e fui rejeitada,
“quebrei a cara” tantas vezes!
Fui indiferente quando devia abraçar,
Abracei quando queria chorar.
E amei...
E dei um ponto final.
Mas depois do ponto final,
Vieram as reticências,
Reticências...
Pensei que fosse morrer de tanta saudade,
E tive medo de perder alguém especial.
E perdi.
Mas sobrevivi.
Hoje, último dia do Doce novembro,
Queria poder dizer que nada foi em vão,
e que mesmo áspero, árduo, angustiante,
o Doce Novembro
valeu a pena.


2 comentários:

  1. MUITO lINDO.... Parabéns....12 meses muito doce p/ vc... merece tudo que há de bom nesse mundo...

    ResponderExcluir
  2. O importante não são as experiências, mas, as vivências. Como já disse alguém "Não sei se sou reticências ou se sou ponto final" - Que Jesus abençoe sempre... Beijos no coração e na alma.

    ResponderExcluir